Pages

sexta-feira, 20 de julho de 2018

It's too wonderful to wake up and read a beautiful message on my cell phone ... Gratefulness! I love you much more!



       When we are apart in sleep,
the dream of you keeps me company. So you I leave this persisting message: even in the darkest night, the light of your love shows me the way. Do not fear the blanket of night, for I will still be by your side with the morning’s rising light. Even in my wildest dreams,
I could never imagine a love as sweet as yours. So tonight as you close your eyes honey, Do dream of the morning when we  will wake up together in the same bed because nothing in my own imagination will ever come close to the reality of your embrace. My dreams of you dance in my mind like the stars across the sky. My only hope is that as you sleep tonight, you dream of me as always sleep well my heartbeat. 
😍😍😍😍💋💋💋💋
Sweetheart You make me bring the best out of myself when I think I have certain limitations. You push me harder, you ask me to break the barriers, you make me go a step ahead. Sometimes, I feel sad for we are not together, lonely, for we are not together. But, then remembering your sweet face and words, I let go of every negative emotion and get all lost in your beautiful world. Have a Superb Morning!

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Reciprocidade!


O que desagrada mesmo e desafina o coração é o abandono, a indiferença... Corrói... No peito desafinado, ainda há uma solução. Como diz a canção: "Ainda existe amor pra recomeçar... "

🍀🌸🌸🌸🌸🍀🌸🌸🌸🌸🍀

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Como se fosse um meme


Tenho observado ultimamente, que as pessoas estão quase uma caricatura de si masmo... Como se fosse um meme!
É resultado de uma sociedade ansiosa, ociosa, consumista e superficial. Que vivem apenas para o mundo exterior. Esquecendo de contemplar o belo. Elas pensam que investir em novas tecnologias, comprar novos produtos, uma vida de aparência vai lhes trazer a tão sonhada liberdade e/ ou felicidade. Esquecem, que só isso não basta! Vamos cuidar da aparência, sem esquecermos da nossa essência.  Essa busca incessante por fama, riqueza, poder... Uma merda! É isso que resulta. Nesse mundo louco, que pouco nos diz e apenas proíbe. Muitos não aprenderam algumas operações aritméticas, tipo: Somar, multiplicar e dividir. Continuam na subtração... Não avançar é o mesmo que retroceder. O que vamos levar em nossa mala de ilusão, é o amor, o carinho, o afeto, o nosso tempo que doamos a tudo e a todos, nessa existência... A vida é tão efémera, tão fugaz... Vamos traduzir vida em amor e gratidão! Ensinado e aprendendo, sempre.
Precisamos fazer bem feita a nossa lição.
06/6/18
NiceVeloso

Belíssima e sábia reflexão


_"Mestre, queria lhe perguntar algo: como faço para não me aborrecer com as pessoas_?
_Algumas falam  demais, outras são maldosas e invejosas_. _Algumas são indiferentes_. _Sinto ódio das que são mentirosas e sofro com as que caluniam_".
_"Viva como as flores", advertiu o mestre_. _"Mas como_? _Como é viver como as flores_?", _perguntou a jovem_.
_"Repare nestas flores" continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim_.
_"Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas_. _Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas_. _Não é sábio permitir que os erros e defeitos dos outros a impeçam de ser aquilo que Deus espera de você_".
_Precisamos entender que os defeitos deles, são deles e não seus_... _Se não são seus, não há razão para aborrecimentos_.
_Exercitar a virtude é rejeitar todo mal que vem de fora_. _Isso é viver como as flores_.
_Você não precisa focar nos erros alheios, justificando assim sua insatisfação com a vida e as circunstâncias_.
_Tire a boa parte do adubo que chega até você_! _Seja uma flor cujo aroma é agradável aos que estão ao seu redor_. 
_Exale esse aroma_... _Não deixe que o seu foco esteja no adubo..." 

Pr. Renato Rubim



(HUMANISMO EM AÇÃO)

Gratidão Poeta!


 Gosto de registrar, as coisas boas que me acontece. Essa é uma delas: 

De Zé Eldo, o poeta da Caatinga. 

🎶🌸🎶💙🎶🌸🎶💙🎶🌸

Vc é muito especial Veloso
Queria te dá um cheiro
Um abraço carinhoso
Essas coisas de irmãos
Com um jeitinho bem mimoso
Você sempre contribui
Não desfaz de ninguém
Basta alguém tuitar
Que você demonstra o bem... PoetaDaCaatinga

EU RESPONDI:

🎶🌸🎶💙🎶🌸🎶💙 

Vixe, que coisa boa
Vixe que coisa linda
Ser amiga de Zé Eldo
Maestro, campeão 
Maratonista
Acredita no amor
Na grandeza 
Das coisas simples
Você choveu no meu peito
Minha alma nordestina
Se choveu tem feijão 
Revelou sua essência
Doce água de moringa
O poeta da caatinga

NiceVeloso

Atiça



Toma... Acende o fogo🔥 atiça... Deixa a labareda dançar... Eu, uma lenha molhada... Não tem melaço... As portas estão feichadas. "O moinho está de fogo morto..." Esperando ascender a caldeira na borbulha de uma louca paixão.

NiceVeloso

domingo, 19 de março de 2017

Olha eu aqui esperando meu sonho acontecer!



Estava no meu cantinho quieta, e minha amiga Jade veio logo me dizendo, com uma voz presa na garganta, como se quisesse soltar um grito de horror:
- Está sentada mana? Recebi essa informação do meu amigo Bruno, que me deixou sentindo um misto de raiva e dor. 
Cá com meus botões pensei... lá vem bomba!
Começou a narrativa da minha amiga, e pude compreender o motivo de toda sua indignação!
- Olha o que Bruno me disse: "Carne moída com papelão; cerveja com milho transgênico; leite com formol, soda caustica e água oxigenada; salmão com corante para ficar laranja; açaí batido com papel higiênico; sal rosa do Himalaia tingido... Minha amiga Jade, eu cheguei a uma triste conclusão: Brasil, não é para amadores! Sobreviveu aqui, querida, vence em qualquer lugar do mundo." 
Daí mana... A revolta saiu daqui de dentro, do meu útero! Mandei a resposta! 
Jade continuou a falar nervosamente.
- Disse Jade, com a voz sofrida e melancólica! Corrente amarrada nos pés; plantar e cuidar de animais de todas as espécies, de sol a sol! Alimentar sua família e ainda assim, davam, divisas para o Estado..., área verde é o que temos de melhor... hoje em dia, ladrões, políticos e empresários safados, todos envolvidos, com essa tal corrupção, assolam o nosso país, quinem peste. Destruindo nosso ambiente natural e social! 
Só falta macho nesse Brasil! Pessoas que queiram realmente mudar. Queiram "abrir os portões da mudança, e só podem ser abertos de dentro para fora." Como disse Samuel Lima: "Educação gera conhecimento, conhecimento gera sabedoria, e, só um povo sábio pode mudar seu destino." O nosso inesquecível Nelson Mandela falou: A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo." Educação transforma pessoas e pessoas transformam o mundo. Sonho com um país que, a educação tenha a nobre missão de preparar as novas gerações. Disse Pestalozzi: "O amor é o eterno fundamento da educação." E eu acredito nisso! Sonho com pessoas que tenham atitudes simples, mas, honestas; pessoas que tenham compromisso com a verdade; pessoas que ostentem com orgulho a justiça; pessoas bem-educadas, pessoas de respeito e de bom coração!
No momento em que Jade parou de falar, lembrei-me de um pequeno texto do livro Sertão Vereda de Guimarães Rosa, que diz: "Tem uma verdade que se carece de aprender, do encoberto, e que ninguém não ensina: o beco para a liberdade se fazer. Sou um homem ignorante, mas, me diga o senhor; a vida não é cousa terrível? (...) O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."
É querida Jade, é isso que nos falta; coragem! Coragem para correr atrás do prejuízo e fazer valer nossos direitos.
Jade levantou-se rapidamente, e, pegou uma foto que estava sobre a mesa, de um esqueleto humano; mostrou-me a foto dizendo: Sonhei né amiga? Olha eu aqui esperando meu sonho acontecer!
Falei carinhosamente para ela: sabe Jade, é preciso ter fé, ter garra sempre. Não podemos desistir dos nossos sonhos, assim, facilmente. Vamos hastear a bandeira da esperança, e, colorir os nossos sonhos a cada dia.


Texto: Jane Di Lello
Colaboração: NiceVeloso

domingo, 29 de janeiro de 2017

ESTE É O PRÓLOGO


Deixaria neste livro 
toda a minha alma. 
este livro que viu 
as paisagens comigo 
e viveu horas santas.

Que pena dos livros 
que nos enchem as mãos 
de rosas e de estrelas 
e lentamente passam!

Que tristeza tão funda 
é olhar os retábulos 
de dores e de penas 
que um coração levanta!

Ver passar os espectros 
de vida que se apagam, 
ver o homem desnudo 
em Pégaso sem asas,

ver a vida e a morte, 
a síntese do mundo, 
que em espaços profundos 
se olham e se abraçam.

Um livro de poesias 
é o outono morto: 
os versos são as folhas 
negras em terras brancas,

e a voz que os lê 
é o sopro do vento 
que lhes incute nos peitos 
- entranháveis distâncias.

O poeta é uma árvore 
com frutos de tristeza 
e com folhas murchas 
de chorar o que ama.

O poeta é o médium 
da Natureza 
que explica sua grandeza 
por meio de palavras.

O poeta compreende 
todo o incompreensível 
e as coisas que se odeiam, 
ele, amigas as chamas.

Sabe que as veredas 
são todas impossíveis, 
e por isso de noite 
vai por elas com calma.

Nos livros de versos, 
entre rosas de sangue, 
vão passando as tristes 
e eternas caravanas

que fizeram ao poeta 
quando chora nas tardes, 
rodeado e cingido 
por seus próprios fantasmas.

Poesia é amargura, 
mel celeste que emana 
de um favo invisível 
que as almas fabricam.

Poesia é o impossível 
feito possível. Harpa 
que tem em vez de cordas 
corações e chamas.

Poesia é a vida 
que cruzamos com ânsia, 
esperando o que leva 
sem rumo a nossa barca.

Livros doces de versos 
sãos os astros que passam 
pelo silêncio mudo 
para o reino do Nada, 
escrevendo no céu 
suas estrofes de prata.

Oh! que penas tão fundas 
e nunca remediadas, 
as vozes dolorosas 
que os poetas cantam!

Deixaria neste livro 
toda a minha alma...


tradução: William Agel de Melo

Federico García Lorca

terça-feira, 25 de outubro de 2016

BASTA!!!

  

O desamor constrói as guerras. O poder e a fama ao egoísmo, ao desafeto, A solidão deixa a pessoa fraca, mas se tivermos fortes laços com outras pessoas, nosso espírito pode ser tão sólido como o aço. Com o coração e a mente abertos para o amor e a amizade, 'expandiremos nossa rede de doutores na arte da felicidade' e que conduz todos ao nosso redor. Só o amor pelas pessoas tornará nossa terra iluminada, da qual se vence e se prospera.

(NiceVeloso)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Luiz Gonzaga - Boiadeiro

                        

 Vai boiadeiro que a noite já vem
Guarda o teu gado e vai pra junto do teu bem
De manhazinha quando eu sigo pela estrada
Minha boiada pra invernada eu vou levar
São dez cabeça é muito pouco é quase nada mas não tem outras mais bonitas no lugar
Vai boiadeiro que o dia já vem
Levo o teu gado e vai pensando no teu bem
De tardezinha quando eu venho pela estrada
A fiarada ta todinha a me esperar
São dez fiinho é muito pouco é quase nada mas não tem outros mais bonitos no lugar
Vai boiadeiro que a tarde já vem
Leva o teu gado e vai pensando no teu bem
E quando eu chego na cancela da morada
Minha Rosinha vem correndo me abraçar
É pequenina é miudinha é quase nada mas não tem outra mais bonita no lugar
Vai boiadeiro que a noite já vem
Guarda o teu gado e vai pra junto do teu bem

Luiz Gonzaga e Gonzaguinha


 


Vem lágrimas em meus olhos, de tanto amor e saudade! 
Cresci ouvindo as belas canções de Luiz Gonzaga
O meu pai, quando chegava do trabalho montado em seu cavalo Portão de Ferro
Vinha sempre cantando a mesma canção "BOIADEIRO"
  Ele sabia que eu estaria na porteira da fazenda lhe esperando. Bons tempos eu vivi ao lado do meu saudoso pai Joaquim! Casei-me, e os meus filhos só dormiam ao som de Luiz Gonzaga!
O Mestre Lua!

Pixinguinha


Meu coração, não sei por quê Bate feliz quando te vê E os meus olhos ficam sorrindo E pelas ruas vão te seguindo Mas mesmo assim foges de mim Ah, se tu soubesses Como sou tão carinhoso E o muito, muito que te quero E como é sincero o meu amor Eu sei que tu não fugirias mais de mim Vem, vem, vem, vem Vem sentir o calor dos lábios meus À procura dos teus Vem matar essa paixão Que me devora o coração E só assim então serei feliz Bem feliz

(Pixinguinha)

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Vale a pena ler!

Enviado através do WhatsApp para mim.

Na cidade de Joinville houve um concurso de redação na rede municipal de ensino. 
O título recomendado pela professora foi: 'Dai pão a quem tem fome'. 
Incrível, mas o primeiro lugar foi conquistado por uma menina de apenas 14 anos de idade. 
E ela se inspirou exatamente na letra de nosso Hino Nacional para redigir um texto, que demonstra que os brasileiros verde amarelos precisam perceber o verdadeiro sentido de patriotismo. 
Leiam, e se emocionem assim como eu, o que escreveu essa jovem. 
É uma demonstração pura de amor à Pátria e uma lição a tantos brasileiros que já não sabem mais o que é este sentimento cívico.

Eis o que a garota escreveu: 
👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

“Certa noite, ao entrar em minha sala de aula, vi num mapa-mundi, o nosso Brasil chorar:
O que houve, meu Brasil brasileiro? Perguntei-lhe! 
E ele, espreguiçando-se em seu berço esplêndido, esparramado e verdejante sobre a América do Sul, respondeu chorando, com suas lágrimas amazônicas: 
- Estou sofrendo. Vejam o que estão fazendo comigo... 
Antes, os meus bosques tinham mais flores e meu seio mais amores. Meu povo era heróico e os seus brados, retumbantes. O sol da liberdade era mais fúlgido e brilhava no céu a todo instante. 
Onde anda a liberdade, onde estão os braços fortes? Eu era a Pátria amada, idolatrada. Havia paz no futuro e glórias no passado. Nenhum filho meu fugia à luta. Eu era a terra adorada e dos filhos deste solo era a mãe gentil. 
Eu era gigante pela própria natureza, que hoje devastam e queimam, sem nenhum homem de coragem que às margens plácidas de algum riachinho, tenha a coragem de gritar mais alto para libertar-me desses novos tiranos que ousam roubar o verde louro de minha flâmula. 
Eu, não suportando as chorosas queixas do Brasil, fui para o jardim. Era noite e pude ver a imagem do Cruzeiro que resplandece no lábaro que o nosso país ostenta estrelado. 
Pensei... Conseguiremos salvar esse país sem braços fortes? 
Pensei mais.... Quem nos devolverá a grandeza que a Pátria nos traz? 

Voltei à sala, mas encontrei o mapa silencioso e mudo, como uma criança dormindo em seu berço esplêndido.”

👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

quarta-feira, 25 de maio de 2016

O fogo pegou


Essa noite tive um sonho
Sonhei com a dança do amor
O ritmo é quente, muito envolvente
Ta subindo um calor

As pernas dançam
O corpo balança
Os braços se agitam
Cabeça levanta
Na dança do amor
O fogo pegou, o fogo pegou
Na dança do amor
O fogo pegou, o fogo pegou

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Só quero agradecer


Sigo em frente
Não tenho tempo a perder
Aprecio as pessoas ao meu redor
Aprendendo a transcender
Os segredos da vida...
Estão no coração

Vivo intensamente
Como se fosse a última vez
A esperança que tenho na alma
Deixo explodir em forma de canção

Oh tempo! Não vá tão depressa
Congele, demore um pouco mais
A cada dia que fico mais velha
As crianças crescem rápido demais
Assim depressa a inocência se vai

Eu sou avó, que tenho muito amor pra dar
Eu dou avó, sou amor, amor pra dar
A camilla, Mirella e Tici
Cauan e Gabriel...
E a quem mais chegar

Presentes que a vida me deu
Presentes gratuito que a vida me deu
Só quero agradecer!

(NiceVeloso)

segunda-feira, 7 de março de 2016

Wanderley Cardoso canta "Lua Branca" - 1978.


                   
                   
Lua Branca
Chiquinha Gonzaga
  

Oh, lua branca de fulgores e de encanto
Se é verdade que ao amor tu dás abrigo
Vem tirar dos olhos meus o pranto

Ai, vem matar essa paixão que anda comigo
Oh, por quem és desce do céu, oh lua branca
Essa amargura do meu peito, oh, vem, arranca

Dá-me o luar de tua compaixão
Oh, vem, por Deus, iluminar meu coração
E quantas vezes lá no céu me aparecias

A brilhar em noite calma e constelada
E em tua luz então me surpreendias
Ajoelhado junto aos pés da minha amada

E ela a chorar, a soluçar, cheia de pejo
Vinha em seus lábios me ofertar um doce beijo
Ela partiu, me abandonou assim
Ó, lua branca, por quem és, tem dó de mim

Slideplayer⚡Apresentação 'Prof. Rafael Faria Música Popular Brasileira.

 http://slideplayer.com.br/slide/3734347/

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Augusto Rodin

O Pensador é uma das mais famosas esculturas de bronze do escultor francês Auguste Rodin. Retrata um homem em meditação soberba, lutando com uma poderosa força interna. Wikipédia

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Tempo


Tempo de viver
Tempo de sorrir
Tempo para refletir
Tempo de entender
Que pra se vencer
É preciso progredir

Veja estrelas brilhando
No firmamento
Amor e respeito são flores
Que vem de dentro.

Tudo que temos 
São recordações
Tempestades e ventos
Sol de verão
Gente parece
 Um mata-borrão
Vamos viver o agora
Amanhã é ilusão

(NiceVeloso) 

sábado, 19 de dezembro de 2015

Lynyrd Skynyrd - Simple Man (Live) [Legendado PT-BR]

Scorpions - You and I - Legendado HD

the garden - rush - legendado.flv

Ao meu país



 Não posso me calar Brasil, por que te amo!
Cuidarei de ti com total dedicação
Como todo cidadão que se preze
 Fico de olho e digo não
A injustiça social, a essa tal corrupção. 

Sou nordestina no duro.
Das vestes até o falar...
Com o meu bê-á-bá afiado,
Não me deixo enganar!
Abro a boca e solto o verbo,
Em ladrão não vou votar!

Sou um agente multiplicador 
De ideais humanísticos: 
Paz, cultura e educação. 
Venho tentando levantar-me a cada dia 
Como um “Gigante filósofo da justiça.” 
Não é hora de esperar, é hora de agir.
Contra essa tirania
 JUSTIÇA SOCIAL JÁ.
 Unindo forças contra a corrupção
 E respeito aos direitos humanos! 

(NiceVeloso)

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SÓ DE SACANAGEM


Meu coração está aos pulos! 

Quantas vezes minha esperança será posta à prova? 

Por quantas provas terá ela que passar? Tudo isso que está aí no ar, malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu, do nosso dinheiro que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós, para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais, esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais. 

Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova? 

Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais? 

É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz. 

Meu coração está no escuro, a luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam: "Não roubarás", "Devolva o lápis do coleguinha", "Esse apontador não é seu, minha filha". Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar. 

Até habeas corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar e sobre a qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará. Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda vou ficar. 

Só de sacanagem! Dirão: "Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo mundo rouba" e vou dizer: "Não importa, será esse o meu carnaval, vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos, vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau." 

Dirão: "É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal". Eu direi: Não admito, minha esperança é imortal. Eu repito, ouviram? Imortal! Sei que não dá para mudar o começo mas, se a gente quiser, vai dar para mudar o final!



quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Um cavaleiro andante

   


Noite criada por mim igual a todas as noites, nada diferente estou feliz.
Um cavaleiro andante preparou seu ritual dentro da noite criada por Deus talvez quem sabe, pelos homens. Noite explandorosa! Noite crispada de sonhos, crispada de desejos
Pássaros azuis rasgando o céu anunciam a chegada da noite. Que noite!
Jovens namorados sussurram amor, crianças que choram, outras sobresaltadas, perdidas, sozinhas, de arma nas mãos.
Mulheres que lamentam por ter perdido seu cavaleiro andante dentro desta noite....
Algemas sangrentas salpicadas de gente forte
Quebram o silèncio da noite, nesta noite só de amor!
Noite misteriosa! Onde o além fica perto do aqui e o aqui tão distante do amor de agora! 
Observando toda a magia e o mistério que envolve o espaço de lá,
Sinto a beleza ao ver a lua brilhando e flutuando no espaço de cá
 Iluminando esta noite de amor.

NiceVeloso

domingo, 11 de outubro de 2015

Já encheu até a tampa.



Já encheu até a tampa
Diga lá
Essa arte de enganar
Diga lá
Chega de tanta milonga
Diga lá
A honestidade deve vingar
O auê tem que acabar
Se não acabar,
Pra cima de quem isso vai estourar?
Precisamos de uma chance
Diga lá
Para a vida melhorar 
Diga lá 
Se uma palavra muda tudo 
Imagine uma atitude 
O auê tem que acabar 
Se não acabar, 
Pra cima de quem isso vai estourar?

(NiceVeloso)

Deixe-me Seguir!




Sob o seu controle
Não consigo respirar
Não vou lhe deixar por perto
O suficiente para me machucar.
Transformei minhas mágoas
Em ouro puro
Isso pra mim é tudo.
Abri a porta na hora certa
Resgatei o que fui
Para ser quem eu quero ser
Humana inteiramente.
Deixe-me seguir assim
Feliz, a sonhar, a sorrir.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015


O Medo e Suas Assombrações!

Ah! Que maravilha de texto! Uma viagem.... Na Sala de Protheus!  É bom sentir medo. O medo nos impulsiona. O que mais me assusta mesmo, pior que a mula sem cabeça é a revelação de sentimentos que mostram a carência total de humanismo daqueles que não conseguem se comover com os sofrimentos dos outros. Abandonando-os a própria sorte.  É muito comum, pessoas viverem em função do julgamento dos outros: "O que as outras pessoas pensam? Pessoas sem confiança em si mesmo. É preciso se auto policiar quanto ao comportamento e atitude, respeito e confiança. O medo em demasia torna as pessoas inseguras e incapazes de tomar decisões para a superação das circunstâncias que produzem sofrimentos. Assim, ser capaz de olhar  "..em cada esquina, ruas, estradas, jardins, palacetes, salões de festas, salas de reuniões, gabinetes, Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo e à surdina, sempre como um metal pontiagudo em nosso peito, entrando sem pedir licença, nos desestruturando a cada sentença, Decreto, Medida Provisória, Novas Leis, Deveres..." torna-se muito mais difícil. 
Não há outro caminho para a transformação social senão, com a nossa própria revolução humana
. Inspirando assim, outras pessoas a fazerem o mesmo.