Pages

segunda-feira, 25 de junho de 2012

O Meu País



 Não posso me calar Brasil, por que te amo!
Cuidarei de te com total dedicação
Como todo cidadão que se preze
 Fico de olho e digo não
A injustiça social, a essa tal corrupção.
Sou nordestina no duro.
Das vestes até o falar...
Com o meu bê-á-bá afiado,
Não me deixo enganar!
Abro a boca e solto o verbo,
Em ladrão não vou votar!


Sou um agente multiplicador de ideais humanísticos: Paz, cultura e educação. Venho tentando levantar-me a cada dia como um “Gigante filósofo da justiça.” Não é hora de esperar, é hora de agir! JUSTIÇA SOCIAL JÁ. Unindo forças contra a corrupção e respeito aos direitos humanos! 

(Nice  Veloso)

quarta-feira, 13 de junho de 2012

"Um verdadeiro homem precisa possuir a natureza autêntica de um homem" (Walt Whitman)


Considerado por muitos como o "pai do verso livre." Whitman! O poeta do povo! Fez da sua poesia um hino à vida! Leia algumas frases deste grande poeta da coletânea Folhas de Relva.

"Da vida, de imensa paixão, energia e força, / alegre, para a ação mais livre formada sob as divinas leis."

"A pé e de coração leve enveredo pela estrada aberta/ Saudável, livre, o mundo à minha frente / À minha frente o longo atalho pardo levando-me aonde eu queira / Daqui em diante, não peço boa-sorte./ Boa-sorte sou eu...”
"Daqui em diante, não questiono a boa sorte. A boa sorte sou eu.
De agora em diante, não vou mais lamentar, não vou mais adiar. De nada preciso, chega de reclamações dentro de casa, bibliotecas, críticas queixosas. 
Forte e contente, viajo pela estrada aberta." 

"jovens são belos, mas os mais velhos são ainda mais formosos"

"Produza grandes pessoas e o resto se seguirá."

"Eu nada faço por obrigação: o que outros fazem por obrigação eu faço por um impulso de vida. (Como haveria eu de fazer por obrigação os gestos do coração?)"

Somente os que tremeram de frio é que reconhecem o calor do sol. Somente os que mergulharam nas profundezas dos sofrimentos é que reconhecem o valor da vida."

"Allons! Em meio a lutas e guerras!/ do objetivo que foi estabelecido não se pode retroceder. O coração de uma pessoa que atua com coragem tem espírito jovem e é daí que nasce um novo e dinâmico avanço."

Fernando Pessoa escreveu um poema de nome "Saudação a Walt Whitman".

 E ele brada:

"Portugal Infinito, onze de junho de mil novecentos e quinze...
Hé-lá-á-á-á-á-á-á!
De aqui de Portugal, todas as épocas no meu cérebro, 

Saúdo-te, Walt, saúdo-te, meu irmão em Universo,
Eu, de monóculo e casaco exageradamente cintado,
Não sou indigno de ti, bem o sabes, Walt,
Não sou indigno de ti, basta saudar-te para o não ser...
Eu tão contíguo à inércia, tão facilmente cheio de tédio,
Sou dos teus, tu bem sabes, e compreendo-te e amo-te,
E embora te não conhecesse, nascido pelo ano em que morrias,
Sei que me amaste também, que me conheceste, e estou contente.
Sei que me conheceste, que me contemplaste e me explicaste,
Sei que é isso que eu sou, quer em Brooklyn Ferry dez anos antes de eu nascer,
Quer pela Rua do Ouro acima pensando em tudo que não é a Rua do Ouro,
E conforme tu sentiste tudo, sinto tudo, e cá estamos de mãos dadas,
De mãos dadas, Walt, de mãos dadas, dançando o universo na alma. [...]


Leia aqui o poema  de Fernando pessoa na íntegra  http://www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/livros/resumos_comentarios/s/saudacao_a_walt_withman_poema
 Gostou? Deixe um comentário Ok? Obrigada!

domingo, 10 de junho de 2012

Trilha do samba - Bumbum Grandão - Canta e Dança



"Bumbum Grandão", foi sucesso nacional, gravada pela Banda Trilha do Samba. Foi uma das músicas tocadas no Canta e dança. Concurso de dança  comandado por Carla Perez no SBT. Cantores e bandas interessados em músicas inéditas para o seu trabalho autoral, contate-me!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

As sete maravilhas de Salvador!











Lendo os jornais, encontrei  estes artigos falando de Salvador. Para mostrar aos Soteropolitanos como a nossa cidade está sendo bem cuidada. Diz o JC Teixeira Gomes, jornalista, membro da Academia de Letras da Bahia: "É preciso que os baianos saibam avaliar a real importância do voto para mudar o poder e beneficiar a sociedade, e se preparar para usar seu VOTO com consciência nas próximas ELEIÇÔES."
 



Nelson Cadena: As sete maravilhas de Salvador


Lagoa do Abaeté, Elevador Lacerda e Pelourinho já eram. Esses cartões-postais não mais existem a não ser no imaginário dos turistas. Os baianos estão carecas de saber que o sujeito arrisca-se a encontrar as cabines do elevador em manutenção, ou os funcionários em greve, e o Pelô, quem se atreve a ir hoje em dia? O Pelourinho deixou de ser um atrativo turístico, relegado ao abandono do poder público, assim como a Lagoa do Abaeté que não mais é a lagoa escura arrodeada de areia branca de Caymmi. Está na hora de renovarmos os cartões-postais da cidade e nessa iniciativa sugiro, como Sidon que elencou as Sete Maravilhas do mundo antigo, nomear as Sete Maravilhas de Salvador. Sete monumentos que são extra-ORDINÁRIOS no sentido de diferenciados pelo seu contexto de serviços para lá de inusitado.
A primeira maravilha seria o Metrô que me parece é hoje o maior atrativo turístico da cidade, cartão-postal para a Bahiatursa incluir nos seus roteiros com guias especializados informando aos visitantes como foi possível torrar um bilhão de reais para erguer seis quilômetros de colunas de concreto e estações esquisitas e como tudo isso aconteceu sob o olhar complacente e displicente de autoridades de todos os poderes. E então promover viagens de helicóptero para conferir de perto o eterno canteiro e fotografar as obras sem fim, no clima de trilha sonora da musica ‘Otário’ de Cássia Eller.

A segunda maravilha de Salvador poderia ser o Rio Lucaia, que corre majestoso entre as proximidades da praia do Jardim de Alá e o Rio Vermelho e tem o seu ponto de observação mais nobre, atrativo turístico, na passarela entre a rodoviária e o Iguatemi. Quem vê nunca esquece e, se respira fundo, inalando ar nos pulmões, não esquece mesmo. A terceira maravilha proponho seja a Praça Cayru com os seus casarões centenários equilibrando-se entre andaimes e estacas (um desafio às leis da engenharia) e a imponência clássica das ruínas do sobrado azulejado que um dia foi ponto de venda de uma rede de supermercados.
A quarta maravilha de Salvador, essa sugestão é de graça, deve ser a Estação da Lapa. Em nenhum lugar do mundo se construiu algo mais sinistro e o roteiro turístico poderia priorizar a observação dos usuários se acotovelando para subir no coletivo e as ferrugens expostas, em registros fotográficos impagáveis. Cartão-postal da orla de Salvador, a quinta maravilha poderia ser o Aeroclube, também um monumento sem referência em outro lugar do planeta. Na península do Yucatán, no México, os turistas admiram as ruínas das pirâmides Maias; aqui podemos exibir as ruínas de um parque que nunca existiu e do projeto de shopping que cada vez mais se aproxima da proposta original de ser um empreendimento a céu aberto. E bote aberto nisso. 
A sexta maravilha sugiro seja a frota do sistema de ferryboats: sucata sujeita a ficar à deriva no mar. Nenhum outro serviço congênere nos oferece a possibilidade de uma aventura com essa dose de adrenalina. Os turistas poderão fotografar as ondas batendo no convés, ou os banheiros sem igual no imaginário do terceiro mundo e ainda se deliciar com os ‘ótimos’ petiscos da cantina. E se tiverem sorte poderão apreciar a queda de um carro na água. A sétima maravilha, essa deixei para o final de propósito, recomendo seja o Parque de São Bartolomeu com o diferencial de mata atlântica fétida, rios de espuma desaguando próximo de bares ruidosos, com suas putas alegres e malandros bebendo todas e fumando maconha; ‘patrimônio ambiental’ para mostrar ao mundo o tamanho de nossa burrice.
Afinal, somos diferentes. Em nenhum outro lugar o poder público desafia a natureza com tamanha competência. É o limite da irresponsabilidade e essa noção sem limite já é um bom pretexto para exibir o nosso topete.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Nay!



Eu sempre sonhei ter vários filhos. E vieram três filhos homens. Eu queria muito ter uma filha! E quando a médica me falou que esta seria a minha ultima tentativa devido à paralisia que tive aos 18 anos, o meu desejo foi tão intenso, que a vida me presenteou, mais uma vez com você, aos meus 28 anos de idade. Seis meses e meio... Inacreditável! Minha pequenina, que cabia numa caixa de sapatos sobreviveu. Hoje, esta linda mulher! Moramos na mesma cidade e pouco nos falamos... Sinto falta do carinho e do afeto dos filhos para com a sua mãe... O tempo existe em nosso coração! Não somos mãe e filha por acaso. Tudo tem uma razão de ser. Diz Charles Chaplin: “Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, e não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.” Sábias palavras! Queria que soubesse o quanto te amo e desejo que sejas muito, muito feliz!

terça-feira, 5 de junho de 2012

05 de junho: Dia internacional do meio ambiente

MICHAEL JACKSON ☆★ Heal the World ☆★

Van Halen "Mean Street" 2008



Eddie Van Halen - Catherine ( 5150 Studio )




Black Label Society -Sold My Soul(album version)



Gente, eu sou apaixonada por solo de guitarra! Sou uma mistura de alegria com melancolia, de paz e ao mesmo tempo, agonia. Uma saudade que eu não sei do que. Quando fecho os olhos sinto um turbilhão a percorrer a via láctea do meu ser indo bem fundo ao coração. Sinto-me viva! E aí, a explosão do amor!
Em minha próxima existência serei uma grande guitarrista... Assim espero... KKK. Sintam o drama. Solta o som!

domingo, 3 de junho de 2012

MARRECO`S FEST 2012 - O último de uma saga

                                                      
                                                     www.marrecosfest.com.br

Vídeo promocional do festival Marreco`s Fest que acontecerá nos dias 15 e 16 de junho de 2012 em Brasília. Bandas confirmadas: SAMAEL, GRAVE e RAVEN. Edição: Fábio Marreco. Imagens: Fábio Marreco e Otávio Amorelli (Coletivo Esquina) Música: Dungeon