Pages

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

SALVADOR DA PÁTRIA


É lamentável a escuridão em que a nossa gente se encontra. O mundo não é mais o mesmo. Sentimos um “vazio sinistro” pairando no ar, em que as pessoas são incapazes de reconhecer a humanidade do outro. Muitos dizem que segue Jesus, mas os seus ensinamentos não interiorizaram no “eu.“ Sofrem de uma doença que se chama falta de diálogo interior ou “ausência do outro.” Transformando assim a linguagem e o discurso em outra forma de violência. Hoje em dia, a intolerância política está nos levando ao caos na condição de SALVADOR DA PÁTRIA. Destruindo sonhos de crianças, velhos, mulheres, destruindo a econômia do povo e para o povo, em nome de uma forma mirabolante de estado. Políticos busquem a sua essência! "Retornem a sua Inocência!"
“Sou uma sonhadora é verdade, mas não sou a única!”

(Nice Veloso)

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Quem sou eu?



Sou aquela velha árvore robusta,
raiz profunda que nenhuma ventania sucumbe! E que a sua sombra protege e abriga
aqueles que por ela procura! Estou sempre aqui. Pronta para acolher e dividir
todo amor que tenho em mim! Amigas (os), para sempre!

(Nice Veloso)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Seja destemido e tenha uma vida forte.


É muito importante que as pessoas se ajudem mutuamente. Aqueles que têm deficiência física
ou outras deficiências precisam de um caloroso encorajamento e apoio, mas também precisam ter um espírito de autoconfiança. Pode até mesmo ser a causa da infelicidade. Isso porque pode nos levar a culpar e acusar os outros pela nossa situação ou nosso destino quando as coisas não vão na direção que desejamos ou não conseguimos o que queremos. Uma vida cheia de lamentação, reclamação, amargura e rancor é miserável. A felicidade traz o sol da alegria para elevar nosso próprio coração.... A única maneira de fazer isso é polir e desenvolver uma vida forte.
Hellen Keller (1880-1968), uma escritora americana e ativista social disse: "Não é o ambiente que modifica o ser humano, mas as forças interiores do indivíduo".

Texto extraído do romance Nova revolução Humana do Dr. Daisaku Ikeda.(Torre do Tesouro(45))

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Vídeo- Rastaman.wmv





Rasta, Rastaman. Rasta, Rastaman

Enquanto danças, seu cabelo balança 
Como o vai e vem das ondas
Num bailado tão contente
Trazendo esperanças entre luzes e som
Respingando ouro
Sobre o negro azul do mar

Esse seu cabelo vasto e lindo
Tem o encanto da raça. Que guarda a magia
De ser branco ou negro
E a beleza de Rasta

Rasta, Rastaman. Rasta, Rastaman

Enquanto danças seu cabelo balança

Somos humanos somos iguais
A cor não distingue um homem jamais
Olhos cheios de amor rostos cheios de paz

Reggae, não há maldade
Reggae, só amizade
Reggae, é esperança
Reggae, é liberdade
É liberdade

(Nice Veloso)