Pages

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Manhã de Sol

Borboletas

Manhã de sol brilhando as praias e o sertão
Tudo muito lindo e contrastante com o meu interior
Sinto a magia desta terra, deste céu, deste lugar,
Deste mar que me envolve, deste azul que me cobre
De poeira e solidão!
Sou uma mistura de tristeza e alegria,
De canção e poesia, mar, amor e maldição,
De real e fantasia que nem chuvas no sertão.
Manhã de sol e estou a te esperar,
No cantinho da lua pra falarmos da verdade
Universal, do mar-amor que nos envolve,
Da certeza que nos cobre,
Da amizade que existe nesta luta desigual.

(Nice Veloso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário